SÃO PEDRO DA SERRA

Um dos maiores atrativos eco-turísticos do Estado do RJ​

As belezas naturais de seus rios e cachoeiras, associada a exuberante beleza da mata atlântica da região confere seu principal atrativo para o turismo da Região Serrana.

A região também é propícia aos esportes radicais, tais como canoagem, descida com boia, rapel, montanhismo e, para aqueles menos radicais, é possível conhecer todas estas belezas fazendo um city tour de jipe.  Em São Pedro da Serra, você encontra diversos restaurantes com comida típica e também com maravilhas suíças como fondue e truta. Existem também restaurantes especializados em massas.

O artesanato da região faz muito sucesso com seus visitantes devido a grande variedade de artistas locais espondo seus trabalhos. Não deixe de visitar o Espaço Cultural São Pedro da Serra.

A noite por aqui também é muito animada, pois existem diversos bares com musica ao vivo para você curtir. 

Rua-principal-em-São-Pedro-da-Serra-Nova-Friburgo

Uma experiência encantadora

Cachoeira Belo

Indiana

São José

Toca da Onça

  1. Bocaina dos Blaudts – Espécie de bairro (mais) rural de São Pedro da Serra, a Bocaina, como é simplesmente chamada, concentra a maior parte da produção agrícola do distrito. Ali se planta de tudo. Em especial, batatas, inhame e, a grande estrela dos últimos anos, couve-flor. Fica na Bocaina, o maior produtor individual de couve-flor da América do Sul.
  2. Roseiral – Principal área de cultivo de flores de São Pedro da Serra, o roseiral é uma plantação de rosas de diferentes tipos, voltada para os mercados atacadistas do Rio de Janeiro. Ainda assim, mesmo não tendo qualquer funcionário voltado ao atendimento de visitantes ou a venda de rosas em pequenas quantidades, se tornou um ponto de interesse turístico. Não há visitante que não faça um passeio entre as fileiras de rosas e não fique apaixonado pela plantação.
  3. Roteiro de Santo Antônio – Separada de São Pedro da Serra por uma montanha, a vila irmã de Santo Antônio, já no município de Bom Jardim, vem se tornando uma opção para quem quer evitar os pontos de banho mais populares de Boa Esperança, Encontro dos Rios e Toca da Onça. Por esse roteiro, é possível encontrar três balneários, que usam a água de suas nascentes e riachos para formar piscinas e oferecer serviço de bar e até de restaurante aos turistas. Um pouco depois de Santo Antônio, encontra-se ainda o Refúgio Pedra Aguda, com sua piscina que parece estar nas nuvens e a deliciosa comida em fogão a lenha, e a Fazenda Jorge Tardin, um verdadeiro parque com piscinas, cavalos, roda gigante e outras atrações.
  4. Estrela do Mar F.C. – Principal rival do São Pedro F.C. nos campeonatos rurais, o clube dá nome ao Largo formado entorno de uma árvore. Ali se concentram vários bares e, por conta deles e do clube, ao longo dos últimos 30 anos se tornou a área boêmia da vila.
  5. Poço do Beninho – Atrás da venda do seu Beninho – hoje o restaurante Corsário – fica um pequeno poço, formado pelas águas do riacho que vem da Bocaina dos Mafort. A área será objeto de uma obra de urbanização planejada pela Associação de Moradores (Amasps) que pretende fazer com que o poço volte a ser a principal piscina natural do centrinho de São Pedro.
  6. Capela de São Pedro – Primeira igreja católica erguida no município de Nova Friburgo, a capelinha de São Pedro tem mais de 150 anos. O prédio original era de madeira, mas seus alicerces são os mesmos. Recentemente, a capelinha passou por uma obra de restauração e, em suas fundações, foi encontrada uma pedra sabão, que não é típica da região nem costumeiramente usada em alicerces. A pedra foi colocada num jardim, ao lado da capela. Dentro da igrejinha, no seu campanário original, está também um dos maiores tesouros históricos de São Pedro da Serra, um sino de bronze doado pelo próprio imperador D. Pedro II. A vila, por sinal, não tem seu nome por causa do santo, e sim por causa do imperador.
  7. Casa da Dona Corita – A mais bem preservada casinha de roça de São Pedro da Serra, a construção fica a 300 metros da rua principal, numa transversal conhecida como rua dos Barroso (oficialmente, Rua Juca Barroso), uma das famílias mais numerosas da vila. A casa conservou tudo o que de mais tradicional existia nesse tipo de edificação. O chão de piso de madeira, as paredes largas de taipa, as janelas, o fogão a lenha, o varandão para refeições ao ar livre.
  8. Estádio do São Pedro Futebol Clube – Primeiro clube de futebol criado na região, já prestes a completar 90 anos, o Estádio fica no coração da vila e, junto com o Estrela do Mar F.C., 700 metros mais à frente, e o Lumiar F.C., na vila vizinha, formam as três potências do futebol deste canto verde de Nova Friburgo. Como todo clube rural, é sustentado por um bar – o bar do campo – e frequentado aos domingos, para os jogos, e pelo menos uma tarde, ao longo da semana, para a sauna. O São Pedro tem ainda um quadro de apaixonados associados que também colabora mensalmente para manter o clube e bancar obras como a da sua sede social.
  9. Vila Maurilia – Uma das construções mais antigas e mais bem preservadas do entorno da praça, foi local da primeira escola de São Pedro da Serra e leva esse nome em homenagem a professora, dona Maura. Antes e depois, foi casa de família, começando pelos Heringer, de origem alemã, e terminando, hoje, com os Pedro, de origem libanesa.
  10. Praça João Heringer (ou Praça do Coreto) – Paixão de quem mora na vila, é uma genuína pracinha de roça. A superfície completamente gramada, os banquinhos voltados para dentro, o chafariz ao centro, tudo convida à contemplação, ao relaxamento e ao convívio. Entrada e saída da vila, a praça é também um ponto de encontro natural e principal palco dos eventos culturais e esportivos. O coretinho, por sua vez, ainda que aparentemente singelo e modesto, é um raríssimo exemplar do típico coreto rural brasileiro. Na maioria das vilas e cidades do interior, esse tipo de construção foi perdendo espaço e sendo afrancesado pelo excesso de ferros retorcidos, pilares rebuscados, telhados de metal e outros enfeites.
  11. Usina de força – Na década de 1980, moradores de São Pedro da Serra, decidiram que era a hora da região também ter direito a energia elétrica. E, diante da falta de interesse do governo em atender uma vila rural distante 40 quilômetros da sede do município, se uniram e ergueram sua própria usina de força. Foi a primeira da região. Hoje, já há muito tempo desativada, ainda é possível ver a calha construída na encosta de levava a água até o reservatório, o próprio reservatório e a tubulação que o ligava a turbina. A luz nesse período era fraca e a tensão variável. Mas os moradores da vila sempre tiveram orgulho do feito.

Pousada Estrela da Manhã

Localizada no centro de São Pedro da Serra – Lumiar, Friburgo/RJ, a Pousada Estrela da Manhã possui suítes com TV tela plana, tv a cabo, frigoba, ventilador e algumas suítes com ar condicionado.

Entre em Contato